VISITANTE Nº

contador de visitas

terça-feira, 10 de maio de 2011

MONOPÓLIO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL



A imprensa brasileira vive reclamando de alguns seguimentos sociais, públicos e privados, de restringir-lhes o direito da LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

Vamos ver o que é verdade e o que é mentira nessa historia.

O art. 220 da Constituição da República do Brasil está escrito que “A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerá qualquer restrição, observado  o disposto nesta Constituição.

§ 2º é vedado toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

§ 5º os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.

Vamos agora desmascarar a imprensa brasileira.

Alguns fatos sociais vêm acontecendo sem que a imprensa, principalmente a imprensa pernambucana, e não tem divulgado ao público, ignorando esses fatos. Fatos esses que diz respeito à sociedade.

Nos últimos meses a POLICIA MILITAR DE PERNAMBUCO vem cobrando do Excelentíssimo Governador que se pronuncie sobre o verdadeiro aumento salarial que até agora não o fez.
Devido a essa inércia, varias manifestações públicas foram realizadas pelos militares no centro da Capital e as constantes ameaças de GREVE na segurança publica do Estado, e a imprensa pernambucana não alerta a sociedade para esses riscos.

São fatos sociais, que de acordo com o Sociólogo Frances Émile Durkheim, “Todas as maneiras de ser, fazer, pensar, agir e sentir desde que compartilhadas coletivamente. Variam de cultura para cultura e tem como base a moral social, estabelecendo um conjunto de regras e determinando o que é certo ou errado, permitido ou proibido”.

A imprensa sabe dessas manifestações e dessas informações porem, não repassa a sociedade, cometendo o verdadeiro flagrante de estupro à Constituição da Republica.

Restringir a sociedade da informação é negar ao Estado democrático de Direito.

É negar-se a si mesmo como imprensa e meio de comunicação social.

É a forma mais despótica de censura social superando as antigas censuras ditatoriais do passado.

É o verdadeiro MONOPÓLIO da informação social.

É um verdadeiro desrespeito ao direito de ser informado.

É contra esse ato vergonhoso que estamos protestando e conclamando a toda sociedade a repudiar esse ato vergonhoso sem precedentes e flagrantes de abuso de direito.
De acordo com os ensinamentos de CANOTILHO e MOREIRA, o direito de informar consiste na liberdade de transmitir ou comunicar informações a outrem ou no direito a meios para informar, e, o direito a ser informado, consiste no direito a ser mantido adequadamente e verdadeiramente informado.

A imprensa só tem o direito constitucional de informar porque a sociedade tem o direito constitucional de ser informada.

Depois desse flagrante desrespeito, quem é que realmente restringe a sociedade do direito de expressão?
 

Obs: caros leitores do Blog,  façam uma reflexão do papel da IMPRESA PERNAMBUCANA HOJE,  NÃO INFORMANDO  A LUTA DOS PMs E BMs POR MELHORES SALÁRIOS,  DEVEMOS TODOS FAZER  UM BOICOTE A MÍDIA NÃO DANDO ENTREVISTA PARA QUAISQUER MEIOS DE COMUNICAÇÃO, REPASSEM ESTA IDÉIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário