VISITANTE Nº

contador de visitas

quinta-feira, 19 de maio de 2011

PERNAMBUCO, A Operação Polícia Legal continua.

  Tal decisão foi tomada pelos policiais e bombeiros militares durante a Assembléia Geral Unificada, realizada na tarde desta quinta-feira (19/05). Apesar da chuva e da Prontidão marcada para os quartéis, pelo menos 500 pessoas compareceram a Praça do Memorial de Medicina. Em seguida, foi realizado um movimento na Avenida Agamenon Magalhães.
Numa demonstração de apoio ao movimento, diversos representantes de entidades sindicais também estiveram presentes. Dentre eles, o presidente do SINDIFISCO, Francelino Valença, os diretores da União Geral dos Trabalhadores, Luiz Nelson e Severino Romero, além do presidente do PSOL, Edilson Silva.  
A tropa tem que ficar atenta. Segundo o coordenador da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS – PE), “nossa ferramenta contra o desrespeito do Governo para com a categoria é que cada um deve participar de forma incisiva da Operação. Assim como o poder de policia esta em suas mãos, o poder de reivindicar e de fazer valer o Polícia Legal também está em suas mãos”, diz Renílson.
É preciso exigir que os equipamentos do carro estejam perfeitos, que o carro esteja perfeito e até mesmo deixar de dirigir principalmente se você não é preparado para tal, se não tem habilitações com as categorias D e E. “Faça o requerimento, faça as comunicações da viatura. Participe dentro da lei. A policia para cobrar ela tem que estar correta.
Como podemos cobrar do cidadão se a polícia anda errada?”, conclui Renílson. É necessário pagar os salários dignos e dar condições de serviço.Vamos estar juntos ao Ministério Público, a OAB. É questão de honra para a associação”.
Por: Paula Costa | Jornalista
Policiais e Bombeiros rumo a Agamenon Magalhães: luta continua
Coordenador da ACS - PE, Renílson Bezerra, discursa durante Assembléia Geral
Apesar da chuva, tropa compareceu a Assembléia Geral
Edilson Silva presidente do PSOL: demonstração pública de apoio
Francelino Valença presidente do SINDIFISCO
Renílson Bezerra dentre os diretores da UGT: Nelson e Romero



   

Nenhum comentário:

Postar um comentário