VISITANTE Nº

contador de visitas

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Mulheres entrarão em extinção.


De acordo com um estudo elaborado pela ONU, as mulheres serão artigo de luxo e ficarão cada vez mais disputadas porque --pasmem-- entrarão em extinção.

O estudo, reproduzido na "Economist", diz que as mulheres não terão filhas suficientes para substitui-las, a não ser que as taxas de fertilidade mudem radicalmente nos 83 países e territórios pesquisados.

Em Hong Kong, por exemplo, um grupo de mil mulheres daria à luz 547 meninas com as taxas de fertilidade atuais. Essas 547 meninas dariam origem a apenas 299 crianças do sexo feminino e assim por diante.
Nos cálculos da "Economist", que levou em conta também a idade média em que as mulheres têm filhos em cada país, em 25 gerações a população feminina do país passará de 3,75 milhões para apenas uma, que nascerá no ano 2.798.

Pelos mesmos cálculos, países como Japão, Alemanha, Rússia, Itália e Espanha não verão o próximo milênio.

Mas, calma, dos países pesquisados, o Brasil é o que está na melhor situação.

Por aqui, a última mulher só vai nascer por volta do ano 5.000.

David W Cerny/Reuters
Garotos observam mulher tomando sol.

Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário