VISITANTE Nº

contador de visitas

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

PERNAMBUCO: Petrolina: Esposas de PMs apelam ao Governador Eduardo Campos para revogar transferências de seus esposos para o Recife!

23 de Janeiro de 2012

Diante da celeuma gerada pela transferência de 20 policiais militares do 5º BPM em Petrolina para batalhões da Região Metropolitana do Recife, um grupo de esposas dos PMs decidiu enviar ao governador Eduardo uma carta aberta, solicitando que interceda na questão. A carta também foi enviada à imprensa. Confiram:

CARTA ABERTA AO GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO, EDUARDO CAMPOS, DAS ESPOSAS DOS POLICIAIS MILITARES TRANFERIDOS DO SERTÃO PARA CIDADE DO RECIFE-PE.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO, EDUARDO CAMPOS.

“Havendo conflito entre o interesse da Administração Pública e do particular, deve prevalecer o princípio da unidade familiar, consagrado pelo art. 226 da Constituição Federal de 1988.” (TRF – 5ª Região. AI nº. 66292) Embasadas nestas palavras proferidas pela Sua Excelência, o Desembargador Federal Ubaldo Ataíde Cavalcante, nós, subscritoras desta carta aberta, encontramos força e coragem para dirigirmos à presença de Vossa Excelência. Força e coragem que encontram guarida no amor que sentimos às nossas respectivas famílias. Famílias que infelizmente o nosso honroso Estado de Pernambuco intenciona desagregar e romper laços afetivos, através de transferências desmotivadas de 20 (vinte) exímios Policiais Militares lotados nas companhias do interior. Vale registrar Excelentíssimo Governador que os atos aqui questionados foram emanados através das Portarias SDS nº 123/11, nº 124/11, nº 125/11, 126/11, e 127/11, todas de janeiro de 2012. Nós, subscritoras, questionamos tais atos, visto que os mesmos deixam à própria sorte os filhos, esposas e familiares dos Policiais Militares que estão sendo transferidos sem qualquer motivação. Excelentíssimo Senhor Governador: nós, mães, o que vamos responder aos nossos filhos quando os mesmos nos questionarem acerca da ausência de seus pais, olvidando estas pessoas ainda em formação de sua figura mais importante, que é o pai? Não estamos aqui requerendo regalias ou privilégios, mas tão somente a manutenção da sagrada Entidade Familiar. Excelentíssimo Senhor Governador, como representante do Estado de Pernambuco, não se pode olvidar o ditame consagrado em nossa Constituição Federal disposto no art. 226 de que “A família é a base da Sociedade e tem a especial proteção do Estado”. Portanto, viemos à honrosa presença de Vossa Excelência suplicar: proteja nossas Famílias dessa, mantendo-as unidas, filhos ao lados de seus pais, esposas com seus maridos e, sobretudo, Policiais Militares motivados no labor diário pelo acalento de sua Família. Requeremos que sejam revogadas as Portarias SDS nº 123/11, nº 124/11, nº 125/11, 126/11, e 127/11, todas de janeiro de 2012, que determina a transferência de vinte Policiais Militares:

Nós, abaixo-assinados esposas dos policiais militares transferidos ARBITRARIAMENTE:

1.Maria Alves Feitosa da Silva
2. Ruth de Souza
3.Poliana Maria de Lima Araújo
4.Nucélia Soares de Araújo
5.Rosângela de Oliveira
6.Maria Luiza Ramos da Silva
7.Mirian Siqueira Gomes Nascimento
8.Selma de Carvalho Gomes
9.Josélia Santos Silva Matos
10. Adriana Souza Cruz
11. Fátima Euflasicléia Gomes de Lacerda
12. Helenivan Maria da Silva Pereira
13. Marinalva Maria de Santana Silva
14. Joanice Ferreira de Souza
15. Maria Bernadete Coelho Pires de Menezes
16. Rita de Cássia Pereira de Santana Silva
17.Ana Gomes da Silva

Petrolina, 20 de janeiro de 2012.
Fonte: Blog do Carlos Britto/Blog Diniz K-9/ blog do Gezi Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário