VISITANTE Nº

contador de visitas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Venda de automóveis tem queda de 0,1% em 2011, diz Fenabrave


DE SÃO PAULO


A venda de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motos) cresceu 4,79% no ano passado em relação a 2010. O percentual ficou abaixo do esperado pelo setor, que era entre 7% e 8%. Ao todo, foram 5.573.499 unidades.


Já a venda apenas de automóveis registrou queda de 0,10% no ano. Na categoria, foram vendidos 2.648.994 unidades ante as 2.651.583 referentes a 2010. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pela Fenabrave (federação dos distribuidores de veículos).


Segundo o presidente da Fenabrave, Flávio Antonio Meneghetti, a queda na comercialização de autos ocorreu por causa das medidas macroprudenciais adotados pelo governo no começo de 2011, que refletiram nas vendas do segundo semestre.


"As medidas restringiram o crédito ao consumidor e as vendas não cresceram. Também não contávamos com a crise na Europa. Mas não foi um desastre. Nós andamos de lado e nos últimos cinco anos dobramos o mercado", disse.


O que mais cresceu no ano foi a venda de ônibus. O aumento de um período para outro foi de 21,73%, para 34.749 unidades. Segundo Meneghetti, o aumento está ligado à renovação da frota e a aproximação com as eleições municipais, quando os prefeitos aproveitam para comprar os veículos.


A venda de comerciais leves cresceu 14,64%, para 776.555 unidades. O aumento, segundo a Fenabrave, é uma tendência pelo tipo de veículos, principalmente SUVs (sport utility vehicles) e de pequenas cargas.


A comercialização de caminhões cresceu 9,69%, para 172.660 unidades. A venda de motos, por sua vez, aumentou 7,58%, para 1.940.541 unidades no país.

FONTE: FOLHA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário