VISITANTE Nº

contador de visitas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

OS PMs GREVISTAS DA BAHIA COMEÇARAM A ESVASIAR A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA NESTA MADRUGADA DE 3º FEIRA


PM grevista solicita saída e é liberado da Assembleia ocupada, diz Exército

Segundo tenente-coronel Cunha, o policial não é alvo de mandado de prisão.
Autoridades afirmam que clima durante a madrugada foi tranquilo.

Do G1 BA - 07/02/2012 06h53 - Atualizado em 07/02/2012 08h02
 
Um policial militar que estava entre os manifestantes acampados na Assembleia Legislativa da Bahia, no Centro Administrativo, em Salvador, deixou o local por volta das 2h30 desta terça-feira (7). De acordo com o tenente-coronel Cunha, chefe de Comunicação do Exército, o PM informou que não queria mais participar do movimento, que completa uma semana.

Ainda segundo Cunha, ele foi conduzido por seguranças e teve a ficha checada por agentes da Polícia Federal, que constataram não haver mandado de prisão expedido pela Justiça contra o PM. "Ele pediu para sair e foi embora no carro dele por vontade própria. Foi perguntado se ele queria algum suporte para chegar em casa e disse que não precisava, que ia no seu veículo mesmo", afirma o tenente-coronel Cunha.

O chefe de comunicação do Exército informou ao G1 que a madrugada foi tranquila no local. Segundo ele, não houve confrontos. Nesta manhã, o que se viu também foi um ambiente sem muitas movimentações, apenas troca de turno dos policiais que estão no local. "Estamos aqui para criar condições favoráveis ao fim da greve", disse.
A segurança em torno da Assembleia Legislativa conta com 150 homens do Exército, 220 policiais militares que não aderiram à greve e 20 homens da Força Nacional. Na manhã desta terça-feira, diversas viaturas de grupos especializados da PM chegaram ao local para dar reforço às equipes. Não há informações oficiais, segundo o Exército, sobre o número de policiais militares grevistas que mantêm a ocupação no órgão público.

fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário