VISITANTE Nº

contador de visitas

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

RIO MARCA ASSEMBLÉIA GERAL DIA 09FEV ÁS 18h Cinelândia,. GOVERNADOR SERGIO CABRAL MANDA PRENDER LIDER Cabo Daciolo para o presídio Bangu 1 .

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012


Deesesperado Sérgio Cabral por não conseguir sete mil soldados do Exército, manda prender Cabo Daciolo

.

Parece que somente ontem a ficha caiu para o Governador Sérgio Cabral, informações repassadas a cúpula da segurança revelaram que é forte a possibilidade de uma greve de policiais e bombeiros, resultado, Cabral fez uma reunião de emergência inclusive com o Ministro da Justiça, e pediu sete mil homens do Exército, conforme a nota abaixo.
VERDADE
Curiosamente, após a reunião, vaza uma gravação para o Jornal Nacional que dizem ter sido editada e manipulada, e Sérgio Cabral manda prender o Cabo Daciolo.
Na gravação revelada com "exclusividade" pelo Jornal Nacional não mostra em nenhum momento o Cabo Daciolo cometendo crimes, é óbvio que a prisão dele foi "política", uma forma covarde de Cabral para tentar acabar com a greve.

Agora Sérgio Cabral viola a lei novamente, e manda o cabo Daciolo para o presídio Bangu 1, o que coloca a vida do militar em risco.

A nota abaixo mostra que o Exército não tem os sete mil soldados que Sérgio cabral pediu no Rio de Janeiro, mediante isso seria o FIM de Cabral, provavelmente, em um ato de desespero resolveu arriscar, e mandar prender ilegalmente Daciolo, agora é saber como os policiais e bombeiros do Rio se comportarão com essa medida covarde do governador ?

Agora eu pergunto, por que não dá um reajuste salarial digno para os policiais e bombeiros do Rio?
Reprodução da Revista Veja, coluna Lauro Jardim



Está sendo realizada neste momento uma importante reunião no Palácio Laranjeiras. Sob o comando de Sérgio Cabral, e com a presença das cúpulas da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro e do Comando Militar do Leste, discute-se um plano de ação para a eventualidade de ser decretada uma greve das polícias Civil e Militar. O ministro José Eduardo Cardozo está sendo esperado para a reunião.
Já ficou decidido que, se a greve vingar, o Exército assume a segurança do estado. O Comandante-Geral da PM, Erir Ribeiro Costa Filho, disse ao Comandante Militar do Leste, general Adriano Pereira, que serão necessários pelo menos 7 000 homens.
Como o efetivo do Exército no Rio de Janeiro não daria conta, serão acionados também militares lotados em Juiz de Fora (MG) e no Espírito Santo.

A assembleia que decidirá se haverá greve está marcada para amanhã, às 18h.
  Por Lauro Jardim
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário