VISITANTE Nº

contador de visitas

terça-feira, 25 de maio de 2010

Temer cria comissão para resolver PEC 300

                                                                
Sem consenso e diante do temor do governo com rombo orçamentário, presidente da Câmara cria situação que adiará por mais tempo definição do piso dos policiais
Rodolfo Torres

Após lideranças do governo e da oposição se unirem contra a proposta, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), decidiu criar uma comissão para discutir a PEC 300. O colegiado, que ainda não tem data para ser instalado, tentará elaborar uma redação de consenso para a proposta. 
A PEC 300 cria o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil - para praças e oficiais, respectivamente. A matéria teve seu texto-base aprovado, em primeiro turno, no fim de março deste ano. 
Formada por seis deputados (três governistas e três da oposição), a comissão também poderá analisar outras PECs relacionadas à segurança pública, como a 308/04, que cria a Polícia Penal. 
Temer encerrou a reunião de líderes desta terça irritado com o deputado Capitão Assumção (PSB-ES), que transmitiu, em tempo real, via Twitter, as opiniões das lideranças da Casa sobre a PEC 300.

2 comentários:

  1. Mais será possível uma coisa dessa!

    ResponderExcluir
  2. Acredito que o Presidente Lula deve ter algum empecilho para não estar a favor da PEC 300, porém não irei deixar de votar em sua candidata, temos que lembrar tudo que ele fez por todos nós, e lembrar que o concorrente é José Serra que chegou a proibir as associações dos PMs de São Paulo a fazer qualquer tipo de manifestação a favor da PEC 300, quem você desejaria no comando do País? Serra ou Dilma?

    ResponderExcluir